Candidaturas para o próximo programa terminam em Infinity dias!

Candidata-te

Junta-te a nossa rede de empreendedores!

Subscreve-te
Início\ Blog \ Como chegámos até aqui? A história do menos até à Impulso
Como chegámos até aqui? A história do menos até à Impulso
Escrito por: Equipa
Data: 1/26/2021
imagem do post
círculo vermelhoestrela de 10 pontas cor-de-laranjaestrela de 20 pontas amarela

Começamos em 2014 como menos hub, a simplificar e subtrair complexidade à criação de micro-negócios. Pelo caminho criamos o movimento #compraaospequenos para apoiar e valorizar os pequenos negócios nacionais. Agora somos Impulso, uma comunidade que representa energia, dinamismo e apoio a empreendedores e pequenos negócios.

Foi em 2014 que primeiro surgiu a vontade. Só depois veio a ideia, que tentava responder a um problema que afetava o país particularmente – o desemprego. Nesse ano sentia-se ainda o impacto da crise financeira de 2008 de forma muito vincada. O desemprego era altíssimo e as pessoas continuavam à procura de oportunidades que não existiam. Foi nessa altura que começamos a usar o que conhecíamos – o empreendedorismo, para apoiar quem estivesse em dificuldade, a criar as suas próprias oportunidades e foi assim que nasceu o menos hub (agora Impulso).

Começámos por trabalhar diretamente com apenas uma empreendedora que rapidamente lançou o seu projeto que começou a crescer. O que nos estimulou a vontade de fazer mais. Começámos então a trabalhar com grupos de empreendedores para uns poderem aprender com a experiência dos outros e apoiar-se mutuamente. O resultado foi ainda melhor o que levou à construção de programas mais sólidos e a acompanhar mais empreendedores. Nessa altura eramos um grupo de voluntários, com imensa vontade, mas como todos os projetos voluntários, com limitações de envolvimento. Tivemos algumas vitórias e muitas derrotas. Apoiámos várias ideias a transformarem-se em negócios e tivemos tempo para refletir e foi apenas em 2018 que nos lançámos enquanto organização.

Para nós 2018 é quando realmente ganhámos forma e, olhando para trás, o primeiro passo no caminho que nos levou até ao que somos hoje – a Impulso. Estávamos focados em trazer uma solução alternativa para o desemprego – a criação do próprio emprego e testámos constantemente novas formas de o fazer de forma mais eficiente. Consolidámos os programas de ignição, adicionámos a parte do acompanhamento individual, testámos um modelo de multiplicação que tinha o formato de franchising social e nos permitia que outras pessoas replicassem os programas, tivemos os primeiros programas fora de Lisboa (Alverca e Alenquer) e trouxemos uma plataforma digital de apoio (versão beta).

Abordámos dezenas de freguesias e municípios, estabelecemos várias parceiras, falámos com empresas sempre muito focados no nosso objetivo de simplificar a criação do negócio próprio. E passo a passo começámos a dar provas do nosso trabalho e a mostrar resultados.

Foi nesta altura que começámos a ser reconhecidos com prémios de apoio e inovação social como o facto de termos sido selecionados como umas das organizações modelo de empreendedorismo social na zona Euro-Mediterrânica pelas Nações Unidas e tendo tido o voto de confiança para começarmos a nossa incubação na Casa de Impacto.

Mas o primeiro “grande” prémio que nos permitiu olhar para o futuro foi o prémio BPI La Caixa Solidário 2019 que nos trouxe um “balão” de oxigénio numa altura crítica do nosso desenvolvimento. Esse reconhecimento permitiu-nos ser visto por outros parceiros o que nos possibilitou candidatarmo-nos ao programa de Parcerias para o Impacto da região de Lisboa. Candidatura essa que foi aceite em 2020 e que foi “o nosso maior passo” até então.

A equipa da menos em 2019

Quando temos a oportunidade de olhar para a nossa organização a 3 anos e não a 3 meses, naturalmente ganhamos a capacidade de investir a fundo na organização e isso começou com o crescimento da nossa equipa. 2020 foi um ano disruptivo para todos. O vírus do covid influenciou profundamente as nossas vidas e a nossa forma de trabalhar. O impacto desta crise, que afetou quase todos os sectores, ainda está para se sentir na sua totalidade, mas sabemos que vai ser considerável sobretudo ao nível do desemprego e da sobrevivência dos pequenos negócios.

O ano trouxe muitos desafios, mas também algumas oportunidades. E no meio deste alvoroço, estava a dar-se uma grande transformação na nossa forma de trabalharmos e na forma como sentimos que podemos acrescentar mais valor.

Em Março de 2020, um dia antes de ser decretado o 1º Estado de emergência e respectivo isolamento em Portugal, depois de falarmos com a nossa comunidade de empreendedores, sentimos o receio no futuro incerto mas verificamos igualmente a reinvenção brilhante de muitos dos pequenos negócios para responder às necessidades da altura.

Foi para apoiar os pequenos negócios, de dentro e de fora da nossa comunidade que lançámos o movimento #compraaospequenos. O movimento teve uma enorme adesão e uma vasta cobertura mediática tornando-se rapidamente comunidade de apoio com mais de 600 pequenos negócios.

Enquanto organização, apesar de o nosso trabalho estar focado na simplificação da criação de micro-negócios, sempre nos vimos acima de tudo como uma comunidade, mas não estávamos a conseguir perceber como materializar a nossa visão e este movimento trouxe-nos uma nova perspetiva. O #compraospequenos em articulação com a nossa comunidade cada vez mais dinâmica, permite-nos alcançar o nosso verdadeiro potencial e perceber que acima de tudo, somos uma comunidade de empreendedores que prospera através da colaboração e tudo o que fazemos “alimenta” esta comunidade de apoio e entreajuda. E é essencial celebrarmos este passo e esta nova forma de nos posicionarmos, dando-lhe forma com uma nova identidade.

Logotipo menos hub

A menos hub representava a simplificação e subtração.

A Impulso representa energia, dinamismo e o apoio que trazemos a empreendedores e pequenos negócios. A nossa razão de ser é valorizar e trazer valor à comunidade.

Logotipo Impulso

Não deixámos de nos preocupar com a simplificação da criação de negócios, mas sentimos que hoje somos mais do que isso e evoluímos. Evoluímos para dar um impulso a quem precisa. Evoluímos para criar oportunidades para empreendedores e negócios crescerem, juntos. Precisas de um Impulso?

Participa na discussão
Este site utiliza cookies para assegurar a melhor experiência possível.Política de Privacidade e de Cookies